Onda de calor faz Brasil entrar em alerta vermelho devido às altas temperaturas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Inmet prevê máximas de 42°C para os próximos dias em alguns municípios.

Folha de S.Paulo

Foto: Shutterstock

Com a onda de calor que atinge o país, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta vermelho na sexta-feira (10). Válido até quarta-feira (15), o aviso informa que a temperatura ficará 5ºC acima da média por um período maior do que cinco dias consecutivos.

A região Centro-Oeste é a mais afetada pelo calor, com destaque para Mato Grosso do Sul, a região centro-sul de Goiás e de Mato Grosso e o Triângulo Mineiro. A onda também atinge as cidades do norte do estado de São Paulo, como Ribeirão Preto e São José do Rio Preto.

A previsão é de que o calor se estenda para outras regiões do Brasil. As temperaturas podem passar dos 40°C graus no Centro-Oeste, em boa parte do Sudeste e no interior do Nordeste.

Até quarta, as temperaturas na capital paulista ficarão entre 35 e 38°C. Em alguns municípios, principalmente dos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, as temperaturas máximas devem superar os 42°C nos próximos dias.

As capitais com maiores temperaturas previstas para esse domingo (12) são Campo Grande (41°C), Cuiabá (40°C), Rio de Janeiro (40°C) e Teresina (39°C).

O Instituto já havia emitido alerta amarelo na última quarta para as regiões, antecipando que o calor deveria se expandir ou ter o nível de severidade alterado. A atual onda de calor vem após o período de temperaturas recordes registradas em setembro, que foi o mês mais quente da história brasileira.

A intensidade do aviso está relacionada com a persistência do fenômeno (número de dias consecutivos com pelo menos 5°C acima da média) e não aos desvios de temperatura absolutos em si. Assim, se a onda persistir por mais de cinco dias o alerta muda para laranja e, depois, para vermelho, sempre após análise do Inmet.

Veja também