Três pessoas são presas em operação da PF contra grupo especializado em fraudes na retirada da CNH na Bahia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Policiais cumprem 21 mandados de busca e apreensão e procura mais um suspeito.

Por g1 BA

Foto do cumprimento de mandado de busca e apreensão — Foto: Divulgação/PF

Três pessoas foram presas, na manhã desta quarta-feira (28), durante a “Operação Stop Driver”, da Polícia Federal (PF), no oeste da Bahia, que tem o objetivo de combater um grupo criminoso especializado em fraudes no processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Segundo informações da PF, a ação, em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Bahia (MP-BA), cumpre 21 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão.

A operação, que contou com a presença de 90 policiais, aconteceu nas cidades de Santa Maria da Vitória, São Félix do Coribe, Coribe, Santana, Canarana, Bom Jesus da Lapa, Brasília e Goiânia. Os mandados foram decretados pela Vara Criminal de Santa Maria da Vitória.

De acordo com a Polícia Federal, na ação, foram apreendidos objetos que vão ajudar a esclarecer o esquema do grupo, afastar servidores públicos de cargos e bloquear bens de investigados.

Policiais participaram de mandados de busca e apreensão — Foto: Divulgação/PF
  • organização criminosa;
  • falsidade ideológica;
  • corrupção ativa e passiva;
  • prevaricação;
  • lavagem de capitais.

As quatro pessoas presas foram levadas para a delegacia da PF de Barreiras, cidade que também fica no oeste baiano. Elas podem responder por uma pena máxima superior a 40 anos de prisão, além da perda de todo patrimônio adquirido com os crimes.

A Polícia Federal informou que as investigações continuam com o objetivo de identificar novos suspeitos de participar do grupo e colher novas informações.

Veja também

Agradeça

Blog do Eloilton Cajuhy A vida, sua família, momentos do seu cotidiano. Seja grato aos aprendizados, por suas conquistas e tudo aquilo