Suspeito de comandar facção no Ceará e comparsas morrem em confronto com policiais em Juazeiro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Líder fugiu do estado e, segundo investigações, buscava ampliar a atuação da organização criminosa que ele representava.

Por g1 BA

Suspeito de comandar facção no Ceará e comparsas morrem em confronto com forças de segurança na Bahia — Foto: Divulgação/SSP-BA

O homem apontado como chefe de uma facção no Ceará e dois comparsas morreram em um confronto, na manhã desta quinta-feira (18), em operação das Forças Integradas de Combate ao Crime Organizado (FICCOs), na cidade de Juazeiro, no norte da Bahia.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Evaldo Batista Ferreira, conhecido como “Evaldo Coragem”, também era um forte representante de uma facção paulista.

Com recompensa de R$ 8 mil oferecida pelo Governo do Ceará, Evaldo Coragem fugiu do estado e, segundo investigações, buscava ampliar a atuação da organização criminosa paulista que ele representava.

Armas e dinheiro apreendidos — Foto: Divulgação/SSP-BA

A SSP-BA informou que a FICCO foi até o povoado de Tomé, na zona rural de Juazeiro, após ações de inteligência apontarem para a possibilidade do suspeito estar escondido no local.

Conforme o órgão de segurança pública, além de recrutar novos associados, o suspeito pretendia também explodir agências bancárias no sertão nordestino, com o objetivo de conseguir recursos financeiros para as facções criminosas.

Uma pistola calibre 380, duas espingardas calibres 12 e 20, carregadores, munições e R$ 30 mil em espécie foram apreendidos.

A SSP-BA informou que as ações de inteligência das FICCOs Bahia e Ceará continuam para identificar outros integrantes da mesma facção que era comandada por Evaldo Coragem.

Veja também