Radialista Jota Batista, ícone da comunicação rural, morre aos 65 anos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Jota tinha voz inconfundível que encantou milhares de ouvintes da Rádio Caraíba de Senhor do Bonfim.

Blog do Eloilton Cajuhy

Jota Batista marcou época no rádio bonfinense ao conduzir dois programas na Rádio Caraíba, voltados ao público rural

No domingo (24), às 20h, morreu no Hospital Regional em Juazeiro o radialista João Batista de Carvalho, conhecido como Jota Batista, aos 65 anos. A informação é do Blog Cleber Vieira News. O renomado radialista enfrentou três paradas cardíacas, deixando um vazio que será sentido por muitos.

Nos últimos dias, Jota vinha enfrentando um cansaço persistente, buscando alívio na UPA de Juazeiro, porém, sem sucesso. Sua condição se agravou e foi transferido para o Hospital, onde uma série de exames revelaram água nos pulmões e alterações no coração.

Diante do quadro grave, os médicos solicitaram à família autorização para o entubamento, medida que foi tomada. Jota permaneceu na UTI, sedado e inconsciente, por mais de 15 dias, lutando contra complicações de saúde decorrentes de sua diabetes descompensada, inclusive já havia passado pela amputação de um dos pés.

Jota Batista marcou época na Rádio Caraíba, conquistando a comunidade rural com seus programas Caraíba Rural, pela manhã, e Canta Nordeste, ao entardecer. Após se aposentar, dedicou-se à sua propriedade rural em Campos, Juazeiro, onde cultivava bananas, comercializadas no mercado local. Além disso, mantinha um programa em uma emissora comunitária e oferecia serviços de carro de som. Sua vida foi marcada por uma determinação incansável e um espírito guerreiro.

A despedida de Jota Batista deixa saudades e um legado de comunicação rural e luta incansável.

Veja também

Invejar é fácil!

Blog do Eloilton Cajuhy Qualquer um pode jogar as próprias frustrações sobre uma pessoa que aparenta ter a vida ideal. É muito