Precisamos olhar para as doenças emocionais

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Quase 1 bilhão de pessoas no mundo sofrem com algum transtorno mental, como depressão e ansiedade. É urgente olharmos para isso e buscarmos soluções.

Katiuscia Zanatta

Reprodução

É isso mesmo, quase 1 bilhão de pessoas vivem, hoje, com algum transtorno mental, 14% são adolescentes. Os transtornos mais comuns passam pela depressão e pela ansiedade, essa última muitas vezes confundida com a correria da vida moderna. O que fazer para sair dessa estatística? Uma booa resposta está no autoconhecimento e no reconhecimento das causas emocionais do que sofremos.

A Decodificação Biológica das Doenças, ou Biodécodage, uma técnica francesa que, desde 2018 já é amplamente difundida no Brasil, pode ajudar exatamente a decodificar as causas da depressão para iniciar um tratamento auxiliar eficaz. Trazida para o Brasil pelo Instituto e Editora Cintia Chiiarelli, a Biodécodage, hoje, faz parte do arsenal de ferramentas auxiliares inclusive para a medicina, com o objetivo de descobrir e eliminar as causas primárias de dores e questões emocionais recorrentes.

“A grande questão dos transtornos é que eles acabam voltando, mesmo quando já medicados. Isso acontece porque a causa primeira deles geralmente está em alguma emoção registrada no corpo ou em situações ressentidas constantemente pela nossa psique”, explica Cintia Chiarelli, que continua: “só quando encontramos essa causa primária, ou o que desencadeou, conseguimos entender o que nos faz sofrer, abrimo-nos para uma vida mais saudável em todos os sentidos”.

Veja também

Ouvir é mais importante do que falar

Blog do Eloilton Cajuhy No vasto campo da comunicação humana, onde palavras são nossas ferramentas e pontes, existe um ditado popular que