Natural de Bonfim, Desembargador Jéferson Muricy recebe comenda 2 de julho

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

AL-BA

Honraria foi proposta pelo deputado Bobô (PC do B), que elogiou a trajetória do homenageado
(Foto: AscomALBA/AgênciaALBA)

O desembargador Jéferson Alves Silva Muricy, eleito recentemente presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA) para o próximo biênio, foi condecorado com a Comenda 2 de Julho, em concorrida sessão especial, na manhã desta sexta-feira (22), na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). O plenário foi todo ocupado por amigos, familiares e personalidades do mundo jurídico, entre desembargadores, promotores, procuradores, juízes, advogados e professores de Direito, que vieram prestigiar a homenagem, proposta pelo deputado Bobô (PC do B).

A sessão foi permeada por boas execuções musicais, na voz da cantora Paty Brandão, servidora do TRT5-BA, acompanhada pelo violonista Ruan de Souza, servindo de trilha para cada momento do evento: como Travessia (Milton Nascimento/Fernando Brant) na condução do homenageado ao plenário pelo Cerimonial, e os hinos Nacional e ao 2 de Julho, respectivamente no início e ao final da cerimônia. Os músicos também apresentaram duas pérolas do compositor baiano Caetano Veloso: Força Estranha, usada para a entrega da honraria ao desembargador pelas mãos da esposa Raquel e filhos Rodrigo, Flora e Marina; e Reconvexo, para surpresa do proponente, homenageando-o também ao trazer os versos que tratam da “elegância sutil de Bobô”.

O deputado definiu a entrega da comenda como “um justo e merecido reconhecimento ao meu conterrâneo bonfinense, ser humano incrível, que traz na sua caminhada a simplicidade, o dom de espalhar generosidade e distribuir justiça, missão maior de um operador do direito, pelo notável serviço prestado, sobretudo em favor dos interesses de menores e incapazes, da inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho e no combate ao trabalho infantil”. Bobô trouxe no discurso a amizade de infância, a convivência com os pais do homenageado, a cumplicidade e admiração, que começou nos campinhos de futebol da cidade, e que se sustentou ao ver a sua “bela carreira profissional”.

Jéferson Muricy graduou-se em Direito pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), tendo feito depois Psicanálise pela Universidade Salvador (Unifacs). O parlamentar citou sua atuação como procurador regional do Trabalho em Sergipe, professor da Faculdade de Direito da Universidade Tiradentes, defensor público da Bahia, promotor de Justiça do MP-BA, conciliador e vice-presidente do TRT-BA e, atualmente, integrante da 4ª Turma do TRT-BA, a subseção de Uniformização da Jurisprudência (SUJ), presidente da subseção Especializada em Dissídios Individuais 1 (Sedi I), além de ser vice-diretor da Escola Judicial e membro eleito da Comissão de Vitaliciamento do Tribunal.

O desembargador começou o discurso agradecendo aos amigos, familiares, mesa, público presente e, em especial, a Bobô, “com quem mantenho laços de admiração, amizade e afeto desde a infância”, externando, de público, que agora tem uma dívida de gratidão com o conterrâneo. Segundo ele, é incomensurável a alegria e emoção “ter seu nome na mesma galeria de baianos ilustres, como Fernando Santana, Cid Teixeira, Cláudio Brandão, Josaphat Marinho, Marcelo Nilo, Jorge Hage, Margareth Menezes, Roberto Santos, Márcio Meirelles, Mãe Stella de Oxossi, Lisbete Teixeira Santos e tantas outras pessoas que ilustram e dignificam a história da minha querida Bahia”.

Ainda sobre ser agraciado com a maior honraria da ALBA, Jéferson Muricy afirmou que “é, com indizível alegria, que me encontro com todos vocês para receber esta nobilíssima comenda na casa do povo, pois sou um filho do povo, nascido da gente simples do interior, que estudou em colégio público, fez o curso Superior numa universidade pública, entrou na estrutura da Justiça pela força de concurso e, portanto, só teve a ventura de chegar onde chegou graças às potências da democracia e da república, sobretudo ao desenho que elas receberam anonimamente”.

Proponente e agraciado trocaram não só gentilezas em seus pronunciamentos, como também proporcionaram momentos de descontração ao brincarem sobre o time do coração de cada um, nas provocações carinhosas de adversários apenas quando o assunto é a paixão do futebol, um pelo Esporte Clube Bahia e outro pelo Vitória. Jéferson Muricy chegou a confessar, para deleite da maioria dos expectadores, que, apesar de ser torcedor rubro-negro apaixonado, a admiração por Bobô o “fez cometer o deslize de torcer pelo Bahia contra o Internacional”.

“Conto estas histórias para mostrar como os nossos percursos, caro Bobô, com os sofrimentos, as dificuldades, as frustrações, as alegrias, as conquistas e sucessos obtidos nos caminhos que escolhemos, andaram sempre paralelos e por caminhos diversos, que se separavam e se aproximavam, mas que de algum modo nunca se desgarraram e que sempre nos olhamos com admiração, sempre nutrimos um autêntico bem-querer e sempre desejamos reciprocamente que ambos trilhássemos o caminho do bem, da dignidade, do respeito e da altivez”, arrematou o futuro presidente do TRT5-BA.

O ex-prefeito da cidade de Senhor do Bonfim, Carlos Brasileiro, e o vereador da cidade de Salvador, Augusto Vasconcelos (PC do B), também fizeram uso da palavra, enaltecendo a trajetória do desembargador e ratificando a importância do tributo oferecido pela Casa.

Compuseram a mesa da sessão de outorga a procuradora-geral do Estado, Bárbara Camardelli, representando o governador Jerônimo Rodrigues; desembargador Lidivaldo Britto, representando o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Nilson Castelo Branco; procurador João Paulo Cardoso de Oliveira, representando a procuradora-geral de Justiça do Estado, Norma Angélica Cavalcanti; presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado, desembargador Roberto Maynard Frank; presidente do Tribunal Regional do Trabalho, Débora Maria Machado; procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Bahia, Luis Carneiro Filho; coordenadora do Núcleo de Atuação Estratégica, defensora pública Mônica Aragão, representando a defensora pública geral Firmiane Venâncio; vice-presidente da OAB-BA, Christianne Gurgel; presidente da Associação dos Magistrados de Justiça do Trabalho da 5ª Região, juiz Leonardo de Moura; presidente da Associação Baiana de Advogados Trabalhistas, Rodrigo Olivieri; e o empresário Edmundo Garcia.

Veja também

Agradeça

Blog do Eloilton Cajuhy A vida, sua família, momentos do seu cotidiano. Seja grato aos aprendizados, por suas conquistas e tudo aquilo