Fiocruz abre 5 mil vagas em curso gratuito online sobre História das Políticas Sociais no Brasil

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Por Horabrasil

Reprodução / Horabrasil

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) de Brasília abriu 5 mil vagas no curso gratuito online sobre História das Políticas Sociais no Brasil – 1ª Oferta. O curso tem carga horária de 15 horas e término previsto para o dia 31/08/2024.

Durante as aulas, os 5 mil alunos estudarão sobre temas diversos. Dentre eles:

  1. Mito fundador e origens do Estado brasileiro.
  2. Autoritarismo e Políticas Sociais na República.
  3. História das Políticas sociais no Brasil.
  4. Populismo e Cidadania regulada.
  5. Desenvolvimentismo e Ditadura Militar.
  6. Estado autoritário militar e política social.
  7. Redemocratização, neoliberalismo e políticas sociais.
  8. O SUS como política social universal e o avanço neoliberal.
  9. Patriotismo e Autoritarismo Revisitados.
  10. Políticas Sociais e Racismo no Brasil Império.
  11. Teoria eugenista, identidade nacional e as origens dos “dois Brasis”.
  12. Era Vargas e Marcha para o Oeste – estereótipos indígenas na construção da Brasilidade.
  13. Ditadura militar, Políticas Sociais e Racismo.
  14. Políticas Sociais Antirracistas.
  15. Protagonismo indígena no processo constituinte.
  16. Lutas recentes dos povos indígenas do Brasil.
  17. Movimento Negro no contexto da redemocratização.
  18. O Movimento Negro e a Constituinte.
  19. Lutas recentes por direitos, políticas de inclusão social e combate ao racismo.
  20. Feminismos plurais.
  21. Feminismo Negro – ontem e hoje.
  22. Movimento LGBTQIA+

As inscrições podem ser feitas pelo link https://www.fiocruzbrasilia.fiocruz.br/historia-das-politicas-sociais-no-brasil-1a-oferta/ até o dia 31/07/2024 ou até que as vagas sejam preenchidas. Os aprovados receberão certificado gratuito.

Veja também

Ouvir é mais importante do que falar

Blog do Eloilton Cajuhy No vasto campo da comunicação humana, onde palavras são nossas ferramentas e pontes, existe um ditado popular que