Embasa capta R$ 1 bi para ampliar acesso a serviços de água e esgoto na Bahia; Bonfim está entre os beneficiados

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Por Bahia Notícias

Divulgação

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) realizou a captação de R$ 300 milhões no mercado financeiro por meio de oferta pública de debêntures simples não conversíveis em ações, na bolsa de valores de São Paulo. A emissão desses títulos faz parte do plano de captação de recursos da companhia e soma-se ao financiamento de R$ 730 milhões assinado com a Caixa Econômica Federal, em setembro deste ano. O investimento será destinado a ampliação do acesso da população baiana aos serviços de água e esgoto.

“A oferta pública realizada na B3 foi a primeira iniciativa da Embasa para captar recursos no mercado de capitais e fomos muito bem-sucedidos, pois demonstramos que a companhia é financeiramente saudável e tem sustentabilidade econômico-financeira aos olhos dos investidores”, comemora o presidente da Embasa, Leonardo Góes. “Com esses recursos, vamos dar uma virada no panorama do saneamento baiano e cumprir as metas de ampliação do atendimento, como prevê o marco legal do saneamento”.

“Foi um processo exitoso em que conseguimos negociar todas as debêntures oferecidas. Isso significa que a Embasa foi reconhecida como uma empresa sólida e atrativa para os investidores. Isso é um grande feito para uma empresa pública de capital fechado que vem gerindo com eficiência suas finanças e, por isso, tem condições de alcançar os índices de atendimento exigidos pela legislação, contribuindo para o desenvolvimento dos municípios atendidos”, explica a diretora financeira e comercial, Marcela Lima.

Os R$ 300 milhões captados na bolsa de São Paulo serão destinados a 27 obras voltadas para melhorias em sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário e, principalmente, para a ampliação e implantação de infraestrutura de água e esgoto em 20 municípios.

Entre os municípios beneficiados com obras de água, Jequié recebeu R$ 1 milhão para melhorias operacionais no sistema de abastecimento do município e para tornar a distribuição mais eficiente. Já Salvador, tem R$ 10 milhões para ampliação da capacidade da estação de tratamento principal e R$ 22 milhões para ampliar o atendimento para grandes consumidores (indústria e comércio). Mata de São João tem R$ 8,3 milhões para a ampliação do sistema de água da sede municipal. Parte do recurso captado (R$ 6,4 milhões) também vai ser destinado à implantação de sistema de água em localidades rurais de Ubaitaba e Ibicuí, no sul da Bahia.

As obras de esgoto que vão receber recursos dessa captação na B3 e estão em andamento ou já contratadas estão situadas em Lauro de Freitas, Salvador, Simões Filho, Santo Estevão, Ipiaú, Teixeira de Freitas, Senhor do Bonfim e Praia do Forte, em Mata de São João. Ao todo, estão sendo investidos R$ 150,9 milhões.

Os 20 municípios beneficiados pelos recursos captados na B3 são: Baixa Grande, Barreiras, Camaçari, Feira de Santana, Ibicuí, Ilhéus, Inhambupe, Ipiaú, Ipirá, Itaberaba, Jequié, Lauro de Freitas, Mata de São João, São Francisco do Conde, Salvador, Santo Estêvão, Senhor do Bonfim, Simões Filho, Teixeira de Freitas e Ubaitaba.

Veja também

Agradeça

Blog do Eloilton Cajuhy A vida, sua família, momentos do seu cotidiano. Seja grato aos aprendizados, por suas conquistas e tudo aquilo