Em 09 de novembro de 2006, morria o músico brasileiro Mário Zan

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Blog do Eloilton Cajuhy

Mario Giovanni Zandomeneghi nasceu em Roncade, na Itália, em 9 de outubro de 1920. Radicado no Brasil desde 1920, ficou famoso por compor o hino comemorativo do IV Centenário da cidade de São Paulo e por suas músicas típicas das festas juninas de São Paulo e da Região Centro-Sul do Brasil.

Mario Zan começou a tocar acordeon aos treze anos de idade e foi considerado um dos melhores acordeonistas do Brasil, tendo se tornado famoso pelas composições (mais de mil gravadas), sendo muitas delas as mais populares canções das festas juninas paulistas, como a Quadrilha Completa, Balão Bonito, Noites de Junho e Pula a Fogueira.

Zan compôs também dobrados, sendo de sua autoria o famoso Dobrado Silvino Rodrigues. O “Rei do Baião” Luís Gonzaga disse uma vez que Mario Zan era o verdadeiro “Rei da Sanfona”.

Duas de suas canções ultrapassaram as fronteiras brasileiras: Nova Flor (escrita em parceria com Palmeira) e o Hino do Quarto Centenário de São Paulo, escrita em parceria com J. A. Alves.

Mário Zan morreu após uma parada cardíaca, em São Paulo, no dia 09 de novembro de 2006. Seu corpo foi velado na Assembleia Legislativa do estado e sepultado no Cemitério da Consolação.

Com informações da Wikipédia

Veja também

Luto: Morre D. Iracema Peixinho

Blog do Eloilton Cajuhy Morreu nesta quarta-feira, 17 de abril, Dona Iracema Sampaio de Almeida Peixinho. Familiares informam que o velório vai