Obesidade Infantil – Crianças que comem pouco também podem ser obesas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Especialista explica que o excesso de peso nem sempre é relacionado à quantidade de comida que é ingerida durante o dia

Por Juliete Neves

O excesso de peso na infância pode provocar o surgimento de problemas de saúde como diabetes, doenças cardiovasculares, hipercolesterolemia e transtornos do sistema osteomuscular. Sem contar que, a maior parte das crianças e dos adolescentes, seguem obesos na vida adulta. No entanto, é importante lembrar que o excesso de peso nem sempre está relacionado à quantidade de comida ingerida.

A professora do curso de medicina da Faculdade Unime Drª Adriana Cardoso Gottschald, explica que, em geral, as crianças ganham peso com facilidade por diversos motivos, como hábitos alimentares errados, problemas genéticos, estilo de vida sedentário, distúrbios psicológicos, problemas na convivência familiar, alimentação inadequada dentre outros. “São muitos fatores que podem estar relacionados ao ganho de peso das crianças”, acrescenta.

“Muitas pessoas pensam que crianças e adolescentes são obesos pelo excesso de alimentos, mas não é o que ocorre em todos os casos. As vezes a obesidade é uma consequência da ingestão de alimentos com elevado valor calórico, acarretando o aumento de peso”, diz a especialista.

Segundo a professora da Unime, antes de se falar em emagrecimento, é preciso lembrar que hábitos adequados podem ser adotados antes de o problema aparecer. “Os pais e responsáveis podem estabelecer uma rotina alimentar mais equilibrada e saudável antes de ocorrer a obesidade. É importante evitar o consumo frequente de fast-foods, pontuar horários para as principais refeições e uma rotina adequada de exercícios físicos, sempre orientada por um profissional”, aconselha. É importante que os responsáveis pela criança estejam presentes e estimulem que os filhos troquem os aparelhos eletrônicos, celulares e videogames por brincadeiras ao ar livre e entrem em movimento durante o dia a dia.

Veja também

A vida agradece

A cada hora nos defrontamos com situações que exigem de nós atitudes imediatas. Algumas ações são dolorosas e pedem uma disposição de