Vereador de Salvador apresenta Projeto de Indicação para criação de Passaporte Digital, incentivando jovens a se vacinarem

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Em quase dois anos de pandemia, o Brasil enfrentou a prior crise de saúde pública e econômica de sua história. Hoje é notório que a vacina é a única esperança para acabar com a pandemia. Com a chegada do imunizante e o início da campanha nacional de vacinação, surgiu a esperança da retomada da vida normal.

Foram vacinados idosos, pessoas de meia idade e agora é a vez da vacinação dos jovens. Na região do Piemonte Norte do Itapicuru, os municípios de Senhor do Bonfim, Campo Formoso, Filadélfia são destaque pela agilidade na divulgação de dados e convocação desse público alvo, em especial aos estudantes que precisam recuperar o tempo em que ficaram afastados das salas de aula.

Seguindo na contramão da preguiça do legislativo de algumas cidades, um vereador da capital baiana, da base do prefeito de Salvador Bruno Reis (DEM) vem atraindo olhares e admiração de muitos. O vereador Emerson Penalva (Podemos), apresentou o Projeto de Indicação para a implantação do Passaporte Digital de vacinação contra a Covid-19 para os jovens, garantindo acesso a locais públicos e privados da cidade.

O projeto de indicação do edil, considera a “importância e urgência” de controlar novas variantes do vírus, especialmente a delta, cepa mais contagiante, que vem se tornando predominante em todo país. De acordo com o documento, o Passaporte Digital deverá comprovar a aplicação da vacina para ter acesso a locais como shoppings, casas de shows, bares, restaurantes, estádios, ginásios, arenas, cinemas e academias.

“Acredito que seja uma forma de sensibilizar os jovens a se vacinar em Salvador. Quando você atrelar à vacinação a permanência em espaços, isso provoca esse tipo de necessidade de buscar a vacina e até os donos de estabelecimentos ganharão com isso, afinal terão um ambiente seguro e com mais gente procurando frequentar, sabendo que lá as chances de contaminação serão menores”, disse o parlamentar Emerson Penalva.

Veja também