Reflexão sobre a criação dos filhos

FONTE: Canção Nova

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Foto Ilustrativa: Irina Cheremisinova by Getty Images

Aprendi o dom da paciência fazendo doce de coco. Dedicando meu tempo àquele doce, parei para refletir o quão trabalhoso era o preparo de quitutes caseiros e deparei-me com uma reflexão de como as vovós, antigamente, aguentavam passar o dia inteiro preparando comidas e quitutes na cozinha.

A lembrança que eu tenho da minha avó é de vê-la na cozinha. Sempre o fogão de lenha aceso, e ela preparando algo. Eram muitos afazeres. Percebi o porquê de ela ser tão paciente. A paciência é um dom maravilhoso que se conquista na prática.

Pais pacientes, filhos pacientes

É verdade que algumas pessoas tendem a ser mais pacientes que as outras. Porém, mesmo assim, até aquelas que têm mais facilidade precisam praticar esse dom. Hoje, tudo se compra de forma muito rápida e fácil. Não temos mais treinado essa virtude, e corremos o grande risco de criarmos filhos que acham que tudo é fácil, que tudo tem que ser na hora, pois, infelizmente, é essa realidade que estamos passando para eles.

Atualmente, existem muitas ferramentas úteis, mas que, em excesso, podem ser um problema. Não podemos terceirizar o tempo com os filhos por aparelhos eletrônicos, como a televisão, o celular. Há muitas crianças que passam o dia inteiro na frente de uma telinha.

O que os pais de antigamente faziam sem televisão, sem celular, e com um número de filhos bem maiores que a média de hoje? Qual será o segredo? Hoje, diz-se muito que filho dá trabalho, que criar filho está ficando caro. Como faziam nossos avós? Eles não tinham recursos.

O que mudou entre as gerações?

Será que, realmente, o problema são os filhos? Será que eles dão trabalho, são caros, ou foi a nossa mentalidade que mudou? Quantos filhos problemáticos e depressivos! E como o suicídio entre os jovens aumentou muito! Será que, na verdade, não são os pais que estão doentes?

Uma geração que não exerceu o dom da paciência está criando outra geração que aprendeu que tudo é na hora, e com isso vai se tornando uma geração doente.

Aprendamos com este tempo que precisamos ficar em casa a refletir sobre isso. Os filhos são reflexos do pai. Talvez seja a hora de procurar os esquecidos idosos, pedir conselhos, conversar com eles. Quanta sabedoria há nos cabelos brancos! Eles, que por vezes são chamados de caretas, têm muito mais a ensinar do que a aprender.

Enviado por: Gislaine Aparecida Evangelista Felisberto Souza, da cidade de Belo Horizonte (MG)

Veja também

beautiful beauty blue bright

Conquistas

Acredite em si mesmoViva os momentos como se fossem únicosSaboreie os segundos como se fosse perdê-losDesfrute o sol que brilha inigualável… Busque