PRF prende assaltantes e apreende armas de fogo na BR 407 em Jaguarari

FONTE: Agência PRF-BA

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
O volume de armas de fogo apreendidas pelos policiais rodoviários federais, na Bahia, saltaram de 112 unidades em 2019 para 189 em 2020

A Polícia Rodoviária Federal prendeu cinco homens, apreendeu revólver, pistola, espingarda e farta quantidade de munições. A ação aconteceu na manhã desta sexta-feira (22), em trecho urbano do município de Jaguarari.

A ocorrência iniciou-se quando equipe da PRF fiscalizava o trecho e visualizou uma motocicleta circulando na rodovia sem a placa obrigatória de identificação. De imediato foi dada ordem de parada para uma fiscalização detalhada.

Nesse momento um Pálio ‘passou’ pelos policiais em atitude suspeita e foi parado para uma abordagem.

Na entrevista os ocupantes do carro apresentavam nervosismo e contradições nas respostas e afirmaram que seguiam juntos ao condutor da moto.

Após alguns minutos de conversa, confessaram que estavam praticando assaltos na região.

Em seguida, foi realizada a revista pessoal e busca no interior do automóvel, quando foi encontrado um revólver cal. 38, um revólver cal. 32, uma pistola cal. 9Mm e 25 munições de diversos calibres.

Dentro do carro também foram localizados aparelhos celulares, touca ‘ninja’ utilizada para prática de roubo e uma pequena porção de maconha.

Diante dos fatos, todo o material bélico, os demais objetos apreendidos e os presos, foram apresentados a autoridade policial de plantão da Delegacia de Polícia local, para formalização do auto de prisão em flagrante e demais procedimentos cabíveis.

A PRF na Bahia alerta que intensificou a fiscalização nos 10.000 quilômetros de rodovias federais que cortam o estado. Para isso, equipes estão concentradas e realizando policiamento orientado em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade.

Para informações, denúncias, comunicação de crimes e acidentes a PRF dispõe do número de emergência 191. A ligação é gratuita e atende 24 horas em qualquer parte do País.

Veja também