Mulheres da Tapera: “Mãe Sulinha”, uma das principais personagens da história de Senhor do Bonfim

Minha Cidade – Senhor do Bonfim
Foto e Fonte: Centro de Referência da Mulher

Ela tinha o mesmo nome de sua mãe e, foi justamente com a alcunha materna, que Maria Soares da Silva, ou simplesmente Mãe Sulinha, tornou-se uma das principais personagens da história de Senhor do Bonfim.

Tendo como mentor o médico Dr. Antônio Gonçalves, aprendeu com o amigo a ter a sensibilidade de cuidar dos carentes e necessitados. Atuou como enfermeira-parteira por mais de cinquenta e cinco anos, quarenta desses no Hospital Nossa Senhora da Piedade, onde também exerceu funções de diretora. Trabalhou ainda como funcionária pública federal na Caixa de Aposentadoria e Pensões dos Ferroviários.

Muito religiosa, era devota de São José e Santa Rita, praticando sua fé em atos de caridade ao próximo, confortando com orações os agonizantes no leito de morte e, muitas vezes, realizando batizados de recém-nascidos.

Ainda em vida foi agraciada com a Medalha de Ouro das Mães Bonfinenses (1961) e com o Diploma de Honra ao Mérito do Rotary Club (1970). Recebeu homenagens póstumas durante as comemorações do aniversário da cidade (1985) e emprestando o nome do Centro Territorial de Referência da Mulher (2010).