Mirielle Cajuhy e Daniel Gomez têm músicas classificadas para o Festival Edésio Santos da Canção de Juazeiro

FONTE: Culturama

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Programação será realizada de 10 a 12 de dezembro
Mirielle Cajuhy vai concorrer ao FESC – Foto: James Jonathan

As 24 canções que irão concorrer durante a 24° edição do Festival Edésio Santos foram selecionadas no último sábado (14). O FESC é uma realização da Prefeitura Municipal de Juazeiro, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes, e será realizado de 10 a 12 de dezembro, sendo transmitido para o público através de plataforma virtual.

O Festival Edésio Santos de 2020 teve 85 músicas inscritas. O gestor da SECULTE, Alan Cleber Vieira, disse que ficou feliz com a qualidade musical. “Tivemos poucas inscrições, mas atribuímos isso ao momento de pandemia que o país está vivendo. Gostei muito da diversidade, da criatividade e qualidade musical das canções. Colocamos pessoas da comunidade civil na triagem, professores de Literatura, Língua Portuguesa, professor com Licenciatura e Doutorado em Música e o resultado foi uma escolha com responsabilidade e credibilidade. Eles tiveram muita dificuldade, mas também muita precisão”, avalia Alan Cléber.

Os critérios utilizados para avaliação foram: letra, harmonia, arranjo, melodia e ritmo. De acordo com o professor de Música do IF Sertão, Renato Augusto Lima, todas as composições são de alto nível. “Elas expressam um sentimento verdadeiro dos artistas, cada um com sua linguagem e estilo. Já assisti e participei como compositor também e acredito que o festival é um grande incentivo para os compositores e artistas de todo Brasil. Àqueles que não foram selecionados, eu digo que não desistam, pois o fato da música não ter passado não quer dizer que a música não tenha qualidade, é importante manter o foco e continuar fazendo o que acredita”, afirma.

Quem também participou da triagem foi a professora e escritora Martha Verônica Cavalcante. “Já assisti a várias edições do FESC e acho um evento de grande relevância para a região. Uma iniciativa que deve manter o nível de organização e que deve permanecer, para oportunizar os artistas, especialmente os de Juazeiro, que o sedia. Quem não foi selecionado deve aprimorar seus conhecimentos de música, observar o nível e o estilo do Festival. Agradeço ao convite para participar da triagem, foi uma experiência muito interessante. Também me coloco à disposição para contribuir com o que for preciso para a cultura da nossa região”, disse.

Daniel Gomez também está classificado para o FESC – Foto: Reprodução / Facebook

Confira as canções selecionadas:

  • Canto em Pranto – Joyce Guirra
  • Eu mais menos eu – Fatel
  • O Tempo do Amor – Eugênio Cruz
  • Dominguinhos já chegou – Júnior Vieira e Noel Tavares
  • Defendendo a tradição – Carlos de Melo
  • Flor de Lótus – Dayanne Silva Ferreira de Menezes
  • Coisa de Preto – Marcelo Cantalino Amaral
  • Onde tudo começa – Keréto
  • Amores Sós – Jonathas Gonçalves Cardoso
  • Se por acaso ela tiver – Nally Maria (letra e melodia); Ivan Greg (Coautor e melodia)
  • We Will Survive – Allan Carlos Mendes de Oliveira
  • Se Urú Obaí (Da minha boca sai fogo) – Geandisson Ramos Andrade
  • Mundo afora – Nelson Luiz Leal Gusmão
  • Dilema – Noel Ferrari Normanha
  • Rara Luz – Daniel Gomez
    Cainã – Miraniel Aguiar .S. Gomes
  • Espelho – Jaidete Martins Varjão
  • Arame Farpado – Gutemberg Vieira / Sérgio Silva
  • Travessia – Janderson Pereira da Silva (Nome artístico: KILLAUEA)
  • Lugar – Mirielle Cajuhy
  • Um Tico – Carlos Vanderlei Pinto
  • Maricota- Bruno Kohl
  • Sol. Lua. Estrela – Pedro Cadidé / Alex Kallidis
  • Desaguar a dor – Paulo Soares
  • Voe! – Elder Ferrari e Victor Aureli

Veja também