Fiéis participam de missa em comemoração a um ano da canonização de Irmã Dulce em Salvador

FONTE: Por G1 BA

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Santa Dulce dos Pobres foi canonizada em 13 de outubro de 2019, no Vaticano, pelo Papa Francisco

A celebração de um ano da canonização de Irmã Dulce começou com missa solene, na manhã desta terça-feira (13), em Salvador. As homenagens à primeira santa brasileira foram feitas no Santuário de Santa Dulce dos Pobres, que fica no bairro de Romae.

A missa solene às 8h30 reuniu público reduzido, que precisou reservar lugar para assistir a celebração. O santuário tem capacidade para 1.200 pessoas e recebeu apenas 360, por causa das medidas de proteção contra a Covid-19.

A programação seguiu às 10h30 com a Oração dos 13 Mistérios da Vida de Santa Dulce. A próxima missa teve início ao meio-dia, seguida do terço em honra à Santa Dulce e Benção do Santíssimo Sacramento, às 16h.

Nesta terça, as homenagens ao primeiro ano da canonização de Santa Dulce dos Pobres vai terminar com a exibição do curta-metragem “A Vida Interior de Santa Dulce dos Pobres”, às 17h.

Canonização

A cerimônia de canonização de Irmã Dulce aconteceu no dia 13 de outubro de 2019, no Vaticano, presidida pelo Papa Francisco. Entretanto, desde que foi beatificada, em 2011, o dia de Irmã Dulce é celebrado em 13 de agosto. Isso porque foi nesta data, em 1933, que ela recebeu o hábito de freira e adotou o nome pelo qual ficou conhecida.

A canonização da freira, conhecida como o Anjo Bom da Bahia, foi a terceira mais rápida da história (27 anos após seu falecimento), atrás apenas do Papa João Paulo II (9 anos após sua morte) e de Madre Teresa de Calcutá (19 anos após o falecimento da religiosa).

No dia 14 de outubro foi realizada a primeira missa em honra da santa, na Igreja Sant’Andrea della Valle, localizada na praça Vidoni, em Roma. Já no dia 20 de outubro, em Salvador, aconteceu a primeira celebração no Brasil pela Canonização de Irmã Dulce, na Arena Fonte Nova, evento que reuniu mais de 50 mil pessoas.

Programação da festa para 16 a 18 de outubro

Tríduo da Gratidão pela Canonização

  • 8h30: Missa
  • 10h: Exibição de programetes: Romaria da gratidão; Eu vivi a canonização; Sementes de amor e Santa Dulce mudou minha vida
  • 10h30: Terço em honra a Santa Dulce dos Pobres
  • 12h: Missa
  • 15h: Terço da Misericórdia e Benção do Santíssimo Sacramento
  • 16h: Missa
  • 17h: Exibição de programetes: Prosa e fé; Eu vivi a canonização; Sementes de amor; Santa Dulce mudou minha vida e Romaria da gratidão

Veja também