Bahia bate Unión Santa Fé e larga na frente nas oitavas da Sul-Americana

FONTE: Bahia Notícias

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação/ Bahia

O Bahia venceu o Unión Santa Fé por 1 a 0, na noite desta terça-feira (24), na Arena Fonte Nova, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Com o resultado, o Tricolor poderá jogar por um empate no jogo de volta, em Santa Fé, na Argentina, para obter a classificação para a próxima fase do certame continental. Se perder pelo mesmo placar, haverá disputa de pênaltis. Vale lembrar que existe o gol qualificado na competição. Se o Tricolor for derrotado por um tento de diferença, mas se conseguir balançar as redes, a vaga ficará com o Esquadrão.

O jogo de volta está marcado para a próxima terça-feira (1º), às 19h15, no Estádio 15 de abril, em Santa Fé, na Argentina.

Agora, o Bahia volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Esquadrão pega o São Paulo, sábado (28), às 19h, na Arena Fonte Nova.

O treinador Mano Menezes, os auxiliares Sidnei Lobo e James Freitas e o goleiro Matheus Claus testaram positivo para Covid-19 e ficaram de fora da partida. O volante Edson, que dividiu quarto com Claus, foi retirado da lista de relacionados por precaução. A equipe foi dirigida pelo auxiliar Cláudio Prates.

FICHA TÉCNICA
Bahia 1 x 0 Unión Santa Fé
Copa Sul-Americana – Oitavas de final (1º jogo)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 24/11/2020 (sexta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Kevin Ortega (PER)
Auxiliares: Jonny Bossio e Michael Orue (ambos do Peru)
Cartões amarelos: Ronaldo, Gregore e Ramón (Bahia); Carabajal e Troyansky (Unión Santa Fé)
Gol: Gilberto (Bahia)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Anderson Martins, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Elias) e Daniel (Rodriguinho); Fessin (Rossi), Élber (Clayson) e Gilberto (Ramón). Técnico: Cláudio Prates.

Unión Santa Fé: Moyano; Vera, Blasi, Galván e Corvalán;Nardoni (Zenón), Cañetee. Carabajal (Luna Diale) e Cabrera (Elizari); García (Fernando Márquez)e Troyansky. Técnico:Juan Azconzábal.

Veja também